Efeitos da Massoterapia no corpo

74579990

 

Uma das necessidades primárias do homem e de outros mamíferos é o contato físico, diretamente ligado ao desenvolvimento de cada um. Dentre todos os sentidos, o tato é o primeiro a se desenvolver. Decerto, a estimulação tátil, realizada pelo simples toque, promove mudanças significativas tanto neurológicas, quanto fisiológicas e principalmente psicológicas.

Em um estudo realizado por Ashley Montagu, bebês que foram acariciados  nas costas por suas mães, apresentaram menor incidência de resfriados, gripes, vômitos, diarréias, comparando-se ao grupo cujas mães não foram instruídas para tal. É principalmente pela nossa experiência tátil que exploramos e percebemos o mundo, e o contato amoroso de nossos pais é essencial para nosso crescimento.

Desde que nossa necessidade de tocar e ser tocado é satisfeita, crescemos saudáveis; mas, quando ela é inibida, nosso desenvolvimento pode ficar comprometido. Porque as carícias, abraços e afagos que recebemos na infância nos ajudam a construir uma imagem saudável de nós mesmos e acalentar o sentimento de que, porque somos tocados, somos aceitos e amados.

Todas as formas de toque estimulam os impulsos eletroquímicos da pele e seus inúmeros receptores pois todas as partes do corpo recebem suas inervações da medula espinhal. A tensão anormal causa retesamento dos músculos da coluna vertebral, afetando os nervos e provocando dor. Quando a tensão é reduzida, os músculos param de se contrair, os vasos sanguíneos relaxam, reduzindo as constrições vasculares, permitindo com que o sangue flua livremente, levando nutrientes e o oxigênio necessário a todos os órgãos e tecidos do corpo. Desta maneira também pode fluir melhor a energia pelo corpo e portanto quando mais relaxados os feixes musculares, maior circulação de fluídos e de energia.

A teoria do psicanalista austríaco Wilhelm Reich, relacionava a tensão muscular com resistência psíquica. Ele concluiu que a couraça física e a psicológica eram essencialmente a mesma coisa. Ou seja, as couraças de caráter psíquica eram vistas agora como equivalentes à hipertonia muscular. A  somatização de situações não elaboradas e resolvidas, ou seja, os traumas que o indivíduo não consegue superar, poderão se tornar feixes musculares enrijecidos.

O toque em um dos sete segmentos de couraça espalhados no corpo (olhos, boca, pescoço, alto do tórax, diafragma, abdômen e pélvis) através da massagem,  possibilita o indivíduo à conscientização, se permitido, do tipo de defesa que guarda naquela região. Pode começar aí um processo de alívio físico e emocional.

Além desse benefício, o cuidado ofertado durante a sessão de massagem gera maior confiança e sensação de acolhimento e bem-estar.

Outros benefícios como perda de peso, diminuição da ansiedade, da carência emocional, amenização no uso de drogas como álcool, tabaco e aceleração do processo de cura nos casos de dores e contusões são verificados.

Fisiologicamente, a massagem:

  • melhora da imunidade: a estimulação da pele produz ativação dos linfócitos T no organismo;
  • tem efeito calmante:  obtido de manobras suaves, lentas e bastante repetidas;
  • diminui de edemas: facilita a circulação de retorno venoso onde esta se encontrar lenta ou estagnada e reabsorve diversas toxinas e reativa a circulação de proteínas do meio intersticial;
  • reduz a fadiga e estafa: alivia efeitos do estresse como a hipertensão, úlceras, indigestão, doenças infecciosas, distúrbios gastrointestinais, insônia, dores de cabeça, ansiedade e depressão;
  • libera endorfinas (proteínas com propriedade analgésica): o toque estimula o cérebro a produção de endorfinas pela glândula pituitária.

Quando a massoterapia conversa com a psicoterapia no sentido de trabalhar na flexibilização das couraças, psíquica e muscular, realiza-se um trabalho completo de dentro para fora e de fora para dentro, potencializa-se os resultados da busca pela saúde física e mental do indivíduo.

~

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s